Fiscalização, licitação e parcerias público privadas foram temas no último dia do 6º FOGESPI

Fiscalização, licitação e parcerias público privadas foram temas no último dia do 6º FOGESPI

Nesta sexta-feira (23), foi o segundo e último dia do 6º Fórum de Gestão Pública do Piauí (6º FOGESPI), com palestras importantes que agregou conhecimentos aos profissionais e a gestores públicos presentes no auditório da OAB-PI.

Mostrando um bom exemplo de gestão pública, o secretário de administração do município de Teresópolis no Rio de Janeiro, Lucas Guimarães, falou do trabalho realizado em sua cidade na qual a prefeitura fomenta negócios dentro do próprio município, gerando um ciclo virtuoso na economia e no desenvolvimento da cidade.

“Em nossa palestra mostramos como a administração de Teresópolis, principalmente no que diz respeito às compras públicas, pode fomentar os pequenos negócios. A palestra falou de como o uso dos processos licitatórios pode gerar fomento para a economia local, é o que chamamos de ciclo virtuoso. Quanto mais as prefeituras, os órgãos públicos contratam empresas de suas cidades elas geram mais empregos, elas distribuem mais renda, elas fazem outros negócios na cadeia produtiva, isso no final resulta em mais impostos para o município”, ressaltou.

Segundo André Lima, fundador da plataforma “Custo Piauí”, que fornece dados de como e onde estão sendo aplicados os recursos públicos do Estado e das prefeituras piauienses, a participação dos cidadãos na fiscalização dos recursos públicos é de fundamental importância para o desenvolvimento dos Municípios e do Estado.

“O controle social que é a participação do cidadão na fiscalização dos nossos representantes da gestão pública e também o papel do gestor público em facilitar essa fiscalização, para isso nós desenvolvemos uma plataforma chamada Custo Piauí que aqui entramos em detalhes explicamos como ela ajuda os cidadãos a fiscalizar e ajudar o poder público a conseguir atingir as metas, ter uma ação mais proativa em relação ao dinheiro público”, disse.

Pensando em melhorar seu trabalho realizado dentro da administração municipal, Alexandro Nascimento, que é coordenador de acompanhamento da gestão orçamentária de Parnaíba, foi pela primeira vez ao FOGESPI em busca de mais qualificação e conhecimento.

“É sempre importante a gente está buscando mais capacitação e conhecimento, e um fórum de gestão pública traz isso para a gente. As palestras como essa sobre a plataforma Custo Piauí mostra que nós como sociedade somos os fiscais do dinheiro público e temos que saber aonde esses recursos estão sendo aplicados”, disse.

O evento que já está na 6ª edição encerrou sua programação ao meio dia com a palestra “Parcerias Público- Privadas e o princípio da eficiência da Administração Pública: o caso das mini usinas de energia solar”, ministrada por Priscilla Menezes.

Fechar Menu